Jorge Sampaio, uma “luz bruxuleante” para a lusofonia

Conheça algumas suas participações e impactos Lusofonia e CPLP.

Foram sentidas as homenagens a Jorge Sampaio, Presidente da República entre 1996 e 2006, anteriormente Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, político com um extenso currículo cívico, especialmente no campo dos Direitos Humanos. O Ensino Lusófona não podia deixar de se juntar a este momento através do seu testemunho.

Jorge Sampaio foi um importante construtor da Lusofonia e da CPLP. Em nota de pesar, o Secretário Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Zacarias da Costa, realçou “o papel desempenhado por Jorge Sampaio na cimeira fundadora da CPLP, em 1996”. A este ato, é de destacar, no quadro da construção de uma CPLP justa e fraterna, a força hercúlea com que se lançou à missão de conseguir a independência de Timor-Leste. Não foi sem mérito que foi nomeado Embaixador de Boa-Vontade da CPLP e agraciado, em 2016, com o Prémio José Aparecido de Oliveira.

Internacionalmente, foi reconhecidamente um construtor de pontes, de diálogo e de consensos. Em 2015 recebeu o Prémio Nelson Mandela, atribuído pela ONU e, em 2007, fora nomeado Alto Representante da ONU para a Aliança das Civilizações pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon.

Valorizador do diálogo entre as religiões, a proximidade de Jorge Sampaio à Universidade Lusófona fez-se exatamente nesse campo, tendo a comunidade académica tido a honra de ter a sua presença em vários momentos.

Ainda como Presidente da República, Jorge Sampaio presidiu, em 2002, no campus do Campo Grande, à homenagem de Frei Bento Domingues, então diretor da Licenciatura em Ciência das Religiões, aquando da comemoração dos seus dez anos de crónicas no jornal Público.

Já como Alto Representante da ONU para a Aliança das Civilizações, escolheu a Un. Lusófona para a celebração da primeira World Interfaith Harmony Week, no dia 1 de fevereiro de 2011, numa cerimónia em que também esteve presente o antigo Presidente da República Mário Soares, na altura Presidente da Comissão da Liberdade Religiosa. Desde essa data que a área de Ciência das Religiões organiza a comemoração dessa semana da harmonia inter-religiosa.

No ano de 2013, foi um dos oradores, com Paulo Borges, Henrique Pinto e Paulo Mendes Pinto, na sessão do Clube de Filosofia Al-Mu’tamid dedicada ao «Diálogo entre e com as Religiões», um espaço de pensamento criado entre a Universidade Lusófona e a Comunidade Islâmica de Lisboa. Esta sessão, na Mesquita Central de Lisboa, foi das que mais interesse criou na comunidade, tendo participado no jantar-tertúlia 105 pessoas.

Em 2016, Jorge Sampaio foi novamente orador numa sessão do Clube de Filosofia Al-Mu’tamid. No dia 16 de outubro, um painel único reuniu-se para o debate: «Citizenship, Dialogue and Peace». Foram oradores, para além de Sampaio, Ismail Serageldin, Diretor da Biblioteca de Alexandria, no Egipto, e o pensador Eduardo Lourenço, moderados por Paulo Mendes Pinto, da Un. Lusófona, e por Abdool Vakil, Presidente da Comunidade Islâmica de Lisboa.

Numa intervenção que a todos tocou, e com Donald Trump em pano de fundo, Jorge Sampaio afirmou que “vivemos tempos onde precisamos que haja paz”, com “grande miséria social, onde o ódio é evidente”, lembrando que “a diversidade requer uma boa governação para não haver preconceitos” e para ser possível existir cidadania “independentemente da cor, género ou orientação sexual”.

A ligação das Instituições de Ensino Superior – Ensino Lusófona, aprofundaram ainda mais a sua ligação ao antigo Presidente Jorge Sampaio, com a integração e participação na Plataforma de Assistência Académica de Emergência a Estudantes Sírios. Foram recebidos alunos sírias na Universidade Lusófona, na Universidade Lusófona do Porto. No total, as instituições Ensino Lusófona acolheram 25 alunos.


Sessão de Receção aos primeiros 10 alunos, no Auditório Agostinho da Silva, Campus Universitário da Universidade Lusófona.

Entre outros, os alunos sírios frequentaram os cursos de Engenharia Informática e Sistemas de Informação, Diplomacia e Relações Internacionais, Gestão, Design, IT Engineering, Gestão de Recursos Humanos, Turismo e MBA Excelência Organizacional.

Redes Sociais