Paulo Mendes Pinto

p971@ulusofona.pt


Grau Académico

Doutor

Vínculo à ULHT / Àrea de Ciência das Religiões

Investigador Integrado
Coordenador da área de Ciência das Religiões
Assessor da Administração da COFAC
Membro da Comissão Executiva do Conselho Superior Académico do Grupo Lusófona

Áreas de Investigação

Mitologia Antiga; Religião e cidadania

Apresentação

Paulo Mendes Pinto é o Coordenador da área de Ciência das Religiões na Un. Lusófona, onde é o responsável pelo projecto REC-XXI – Religiões, Educação e Cidadania (desde 2018), onde dirigiu o Mestrado (2007-2011) e a Licenciatura em Ciência das Religiões (2007-2017). É assessor da administração da Un. Lusófona e Director-Geral do Conselho Superior Académico do Grupo Lusófona.

Foi Embaixador do Parlamento Mundial das Religiões (2015-18) e fundador da European Academy for Religions (2017).

Dedica parte dos seus trabalhos a questões relacionadas com a relação entre o Estado e as religiões. Coordenou o seminário «República e Religiões», que se realizou no Museu da Presidência da República em 2005, e foi o coordenador científico do projecto «Religiões: História – Textos – Tradições», sediado na Re-Ligare (Unidade de Missão para o Diálogo com as Religiões), da Presidência do Conselho de Ministros, em 2006. Foi o responsável pelo Inquérito à Cultura Religiosa em Portugal, apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian (2013). Coordenou, em 2017, o projecto «Roteiro do Diálogo Inter-religioso», apoiado pela Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

Em 2016 foi convidado para um grupo de reuniões no State Department, no seu Office for International Religious Freedom (Washington, 10-2016), aquando do 23rd Annual International Law and Religion Symposium, “Religious Rights in a Pluralistic World”, da J. Reuben Clark Law School do International Center for Law and Religion Studies (Brigham Young University) em Provo, em que foi orador.

Coordenou o projeto «O impacto da pandemia do Covid-19 na sua vida espiritual ou religiosa. Comparação Portugal – Brasil» (Un. Lusófona, FUNDAJ, UNICAP e UFPB); Participação como Especialista no projeto Programa JUST da Comissão Europeia «CEAR: COMMUNITY ENGAGEMENT AGAINST RADICALISATION» (Un. Lusófona; CESIE (ITÁLIA); UPPSALA UNIVERSITET (SWEDEN); SVF (HUNGARY); CSI (CYPRUS); Active Citizens Partnership  (GREECE); Multikulturel (AUSTRIA); Techsoup (POLAND); CAPRI (FRANCE); PATRIR (ROMANIA) and BONS (FRANCE). – 2018-2020: Participação como Especialista no projeto «RE-THINK: Alternative Narratives to Violent Extremism».

Coordenou a primeira fase da participação portuguesa no projecto «EUREL – Données sociologiques et juridiques sur la religion en Europe», da Un. Robert Schuman e do CNRS. Participou, também, no projecto do British Council «Our Shared Europe».

No campo das relações com o Islão, dirigiu o Instituto Al-Muhaidib de Estudos Islâmicos (2014 – 2016), tendo sido co-fundador do Clube de Filosofia Al-Mu’tamid, criado entre a Un. Lusófona e a Comunidade Islâmica de Lisboa (2014). Lançou o projecto «Base de Dados de Património Islâmico em Portugal», hoje com quase 1000 registos. Com a Fundação islâmica de Palmela, criou a «Formação Avançada para Lideranças Islâmicas», dirigida a Imames a actuar na Europa.

No campo dos Estudos Judaicos é, desde Abril de 2018, membro da comissão executiva da Rede de Judiarias de Portugal. Foi o comissário da exposição «Heranças e vivencias judaicas em Portugal», na Torre do Tombo (Março e Abril de 2017), com versão em inglês em Oslo, no HL-SENTERET, “The Jewish Experiences and Legacies in Portugal” (30. mars 2017 – 1. apr. 2018).

Foi o responsável pelo projecto de catalogação dos manuscritos portugueses da Biblioteca Ets-Haim / Montesinos da Sinagoga Portuguesa de Amesterdão, apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian (2013-14). Coordenou os projectos FCT «Dicionário dos Italianos Estantes em Portugal» e «Dicionário Histórico dos Sefarditas Portugueses. Mercadores e gente de trato». Participou nos projectos «Isolados lingüísticos e religiosos no nordeste de Portugal: aportes da Genética e da Demografia» do IPATIMUP, da Un. do Porto, e «Iluminura Hebraica medieval em Portugal» do Inst. de História da Arte da Un. de Lisboa.

Participou também nos projectos FCT «Dicionário Histórico das Ordens e Congregações Religiosas em Portugal», onde coordenou a equipa encarregue das Ordens Religiosas Masculinas.

Concebeu os conteúdos do Templo Ecuménico Universalista em Miranda do Corvo. Participou na conceção dos seguintes espaços museológicos: Centro de Interpretação da Cultura Sefardita do Nordeste Transmonta, Memorial Bragança Sefardita, Centro de Diálogo Intercultural de Leiria, e Centro de Interpretação da Comunidade Judaica de Torres Vedras.

Foi um dos coordenadores dos volumes Evangelhos – Comentados (2005, 2006 e 2007), que reuniu mais de 150 altas individualidades nacionais e lusófonas em torno de comentários a trechos do Novo Testamento, reunindo colaboradores de quase todos os horizontes religiosos presentes e Portugal.

Dirige as entrevistas «Conversas em Religião» onde regularmente se entrevistam importantes personalidades religiosas. Com Pedro Abrunhosa foi o comissário do ciclo Arte e Espiritualidade na Fundação Serralves (2019-20).

Colaborador regular do jornal Público e membro da «Bolsa de Especialistas» da Visão, é autor ou coordenador de cerca de três dezenas de livros no campo do estudo do Fenómeno Religioso, bem como de mais de uma centena de artigos em revistas especializadas.

Pertence aos corpos editoriais e de revisão científica de cerca de duas dezenas revistas internacionais no campo da Ciência das Religiões e dos Estudos Judaicos.

Foi o responsável editorial pela revista científica Cadernos de Estudos Sefarditas (2001-2013)É director da Revista Lusófona de Ciência das Religiões.

É Membro do Conselho Consultivo da Associação de Professores de História; Embaixador do Plano Nacional para a Ética no Desporto, Sócio-Correspondente da Federação das Academias de História Militar Terrestre do Brasil; É “Reach Alliance Advocate” da “Reach Alliance Global Network”, membro da RAN – Radicalisation Awareness Network da Comissão Europeia.

Recebeu a Medalha de Ouro de Mérito Académico da Un. Lusófona em 2013.

Percurso Académico

Doutor em Estudos Culturais (Un. de Aveiro, 2021)

Mestre em História e Cultura Pré-Clássica (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2001)

Licenciado em História (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 1997)

Redes Sociais