• Início
  • Notícias
  • ABERTAS as Inscrições no Curso Livre Fontes Helenísticas do Pensamento Cristão

ABERTAS as Inscrições no Curso Livre Fontes Helenísticas do Pensamento Cristão

Inscrever-se

Sábados 22 e 29 Jun e 6, 13 e 20 Jul das 15h00 ás 17h00
Com Rui Miguel Duarte
Matrícula e Inscrição: 70€

«A Grécia ensinou o Ocidente a escrever e pensar.»

«A retórica forneceu estratégias de argumentação e raciocínio, bem como de composição e estilo; a filosofia trouxe categorias de pensamento e reflexão; a poesia e a literatura os géneros; a estética e grandes temas.

A nova fé cristã, surgida em contexto judeu, não foi imune a tais influências, velhas já de três séculos. Nem o pensamento judaico e rabínico que precedeu a vida de Jesus Cristo e a pregação da fé.

Da Grécia colheram-se influências na expressão e ordenação da mensagem cristã, bem como na posição definida para esta, enquanto sistema de pensamento distinto. O pensamento estruturou a fé.
Mas já no Novo Testamento se notam como possíveis essas influências. Alguns dos seus autores aprenderam nas escolas gregas, mesmo a um nível elementar.

Paulo de Tarso (de quem se diz ter trocado correspondência intelectual com o estoico romano Séneca) foi um dos grandes desse diálogo com o mundo do Outro, o Grego, tendo aproveitado deste o que de válido entendia haver nele para a pregação da Verdade, o Cristo que pregava, não exclusivo dos Judeus. Pois como pronunciou em certa ocasião: “também alguns dos vossos poetas assim falaram desse Deus sem o conhecerem” (cf. Actos dos Apóstolos 17:28).

Noutros momentos, porém, poderia antes falar-se de um espírito do tempo nesse mundo global helenísticos, de um fundo partilhado de valores éticos e da sua expressão na linguagem e na literatura, ou ainda de integração complementar de duas conceções do mundo, de um ecletismo e/ou fusão?

O presente curso livre, de carácter introdutório, cingir-se-á aos primórdios da formação do Cristianismo enquanto pensamento, isto é, ao Novo Testamento. O trabalho a desenvolver fundar-se-á na leitura e na interpretação crítica de passos do NT.»

Redes Sociais